Google+ 27º BPM/I: 07/01/2010 - 08/01/2010

terça-feira, 6 de julho de 2010

COMANDANTE DA FORÇA TÁTICA DE JAÚ É DESCENDENTE DO GENERAL SALGADO, HERÓI CONSTITUCIONALISTA DE 32



O dia 09 de julho tornou-se feriado, pois no ano de 1932 iniciou-se o Movimento Revolucionário no Estado de São Paulo contra o Governo de Getúlio Vargas. Os Paulistas acreditavam no apoio dos Estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso o que acabou não acontecendo.

A Revolução Constitucionalista durou entre os meses de julho e outubro, totalizando 87 dias de confronto e visava à promulgação de uma nova constituição para o Brasil.O dia 09 de julho tornou-se feriado, pois no ano de 1932 iniciou-se o Movimento Revolucionário no Estado de São Paulo contra o Governo de Getúlio Vargas. Os Paulistas acreditavam no apoio dos Estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Mato Grosso o que acabou não acontecendo.

A Revolução Constitucionalista durou entre os meses de julho e outubro, totalizando 87 dias de confronto e visava à promulgação de uma nova constituição para o Brasil. 
O Estado de São Paulo pegou em armas eram civis e militares unidos em oposição ao regime ditatorial imposto por Getúlio. O esforço de Guerra era imenso, indústrias mobilizara-se para as necessidades de armamentos, tudo em vista do bloqueio das fronteiras imposto pelos federais o que impedia a chegada de armamentos vindos dos navios de paises do exterior.
Com um pouco mais de quarenta mil soldados São Paulo encontrava-se em desvantagem a falta de armamento provocou-nos muitos voluntários, principalmente estudantes e engenheiros da Escola Politécnica, a criação de alguns artifícios como, por exemplo, a “matraca”, que simulava o som de uma metralhadora. 
E foi em um desses experimentos que na tarde do dia 23 julho de 1932, durante o teste de um lança morteiro realizado em Santo Amaro, o estilhaço de um morteiro que explodiu acidentalmente no interior do tubo, atingiu e seccionou a carótida do Coronel Júlio Marcondes Salgado, Comandante da Força Pública que teve morte instantânea. Júlio Marcondes Salgado recebeu “Post mortem” o posto imediato, transformando-o no primeiro General dos Paulistas. O clamor público fez com que fosse também doado a família Salgado, o primeiro túmulo do Cemitério São Paulo localizado no bairro de Higienópolis. 
A Revolução não foi vitoriosa, porém seu objetivo principal foi atingido com a promulgação da Constituição.


Com grande satisfação o Vigésimo Sétimo Batalhão de Polícia Militar do Interior, com sede na Cidade de Jaú acolhe em suas fileiras o 1º Ten PM Paulo César dos Santos Bravo Salgado que é bisneto do General Salgado, herói de 32.
O Ten Salgado ingressou na Policia Militar do Estado de São Paulo em 2008, na Academia do Barro Branco, serviu em diversas Unidades Operacionais na Cidade de São Paulo e se transferiu para a Cidade de Jaú, onde exerce a função de Comandante de Pelotão de Força Tática.
Em seu currículo consta os cursos de Policiamento em Eventos e Praças Desportivas, Gerenciamento de Crise, Negociador, Controle de Distúrbios Civis, Mergulho Autônomo, entre outros.

                                  Comunicação Social
                           

                                                                  1º Ten PM Salgado

CANAL DO YOUTUBE